Hoje quero compartilhar com você uma das doenças mais comuns na boca, a afta .

Provavelmente você já teve afta e ela deve ter cicatrizado sem nenhum outro problema. Porém, você sabe o que causou essa problema? Será que não teria alguma maneira de diminuir a irritação na região durante a fase ativa da doença? Como evitar ?

Essa são algumas perguntas que vamos explicar nesse texto.

O que é afta ?

É uma das patologias bucais mais comuns. Bem incômodas, apresentam-se como feridas no interior da boca causando dor.

Podem apresentar sangramento, vermelhidão e ressecamento na região afetada e, surgem geralmente na língua e nas paredes internas da boca.

Quais são as suas Causas 

afta causa

Seu diagnóstico é basicamente clínico e por exclusão de outras doenças. Suas possíveis causas são:

  • Alergias;
  • Predisposição genética;
  • Má nutrição;
  • Anormalidades hematológicas;
  • Influências hormonais;
  • Agentes infecciosos;
  • Traumas (pancadas) na boca;
  • Estresse, pelo fato de prejudicar o sistema imune do indivíduo;
  • Imunossupressão (em pacientes com HIV/AIDS ou Câncer);

Há ainda situações que favorecem o surgimento de aftas como o hábito de fumar, o uso de prótese dental, o uso de medicamentos que comprometem a imunidade do indivíduo, o estado de boca seca, e outros.

Podem ser de 3 tipos 

Podemos encontrar 3 tipos de manifestações aftosas: Menor, Maior e Herpetiforme.

1) Menor:

Este tipo é encontrado em 80% dos pacientes afetados. É a que apresenta menor duração (7 a 14 dias).

As lesões inicialmente são avermelhadas e progridem para uma ulceração  com membrana removível de aspecto branco-amarelado. Podem medir de 3 a 10 mm e a dor não é proporcional ao tamanho da lesão.

O número de lesões em um mesmo evento pode variar de 1 a 5.

2) Maior:

Apresentam ulcerações mais profundas, de 10 a 30 mm de diâmetro, e podem levar de 2 a 6 semanas para regredir.

Podem deixar cicatrizes e o número de lesões em um mesmo evento pode variar de 1 a 10.

3) Herpetiforme:

É a variação que apresenta maior número de lesões e maior frequência de recorrência.

Elas podem medir de 1 a 3 mm de diâmetro, porém, em um único episódio podem estar presentes cerca de 100 lesões, lembrando lesão primária de herpes simples.

A cicatrização ocorre de 7 a 10 dias e ocorrem mais em mulheres na fase adulta.

Tratamento e prognóstico

afta tratamento

Quando for acometido por uma lesão bucal, é importante que o paciente procure seu dentista para que este possa diagnosticar a lesão.

Tendo então certeza de que se trata de algum tipo de afta, ele poderá orientar o paciente da melhor forma, prescrevendo assim apenas uma medicação tópica para os casos mais simples.

A afta por si só é uma lesão que desaparece sem que necessariamente necessite de intervenção para desaparecer.

Porém, vale ressaltar que em casos mais complexos é necessária uma avaliação minuciosa para que se verifique a existência de alguma doença sistêmica que possa estar contribuindo para esta situação.

Durante o período de manifestação da lesão, é importante que o paciente evite alimentos e hábitos que ïrritem” ainda mais a região como o consumo de alimentos apimentados e condimentados.

É importante também que haja uma boa higiene bucal neste período.

 

Att, Luciana Vieira Peroni